6 de abril de 2010

Incidente em Antares

É 11 de dezembro de 1963. Greve geral em Antares. O fornecimento de luz é interrompido, os telefones não funcionam mais, os coveiros encostam as pás. Dois dias depois, uma sexta-feira 13, sete pessoas morrem - entre elas d. Quitéria, matriarca da cidadezinha. Insepultos e indignados, os defuntos resolvem agir: querem ser enterrados. Reunidos no coreto, decidem empestear com sua podridão o ar da cidade. Enquanto ninguém os enterra, porém, resolvem acertar as contas com os vivos e passam a bisbilhotar e infernizar a vida dos familiares.

Um grande clássico da literatura brasileira, que ate já virou serie de TV! (a muito tempo atrás)  nos mostra como era o coronelismo no Brasil e é ótimo para quem gosta de historia, pois da uma bela aula, que se passa ate mesmo pelo governo Vargas! O verdadeiro Incidente só se passa no meio do livro, mas as paginas antes disso não podem ser desprezadas, já que é uma ótima introdução que explica muita coisa. O livro é nada mais, nada mesmo que uma critica social!

5 comentários :

  1. Adoro Incidente, os personagens são todos tão humanos. E principalmente, amo a Quitéria e sua pequena vigança ao jogar suas jóias no esgoto.

    ResponderExcluir
  2. Oi! Eu acho que já passei aqui, mas não lembro se comentei .-. hm.. acho que não.. enfim, muito bom o livro rsss e muito boa a sua ideia de ter um blog só pra falar de livros!

    ResponderExcluir
  3. oie,
    está ótimo este blog.
    Sempre tive curiosidade de ler este livro, aqui no sul sempre cai algo sobre o Érico no vestibular.
    boa semana
    ;*

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho muuuuuuuuuita vontade de ler este livro! Vou procurar!

    (www.caixinhadeopinioes.zip.net)

    ResponderExcluir
  5. oi
    já li esse livro adorei,e o seu blog novo é um maximo, tá de parabéns.
    e obrigada por mi convidar
    beijos

    ResponderExcluir