18 de dezembro de 2011

Entrevista com Maurício Gomyde

Olá, depois de muito tempo vamos ter uma entrevista aqui no blog, com mais um de nossos super parceiros Maurício Gomyde. Vamos falar conhecê-lo um pouco mais.
Nascido em São Paulo, capital.  Se mudou pata Brasília aos 3 anos de idade. Musico dês dos 13 anos de idade, pela influencia da mãe que é  pianista. Sua primeira publicação foi “O mundo de vidro” e agora acaba de publicar seu mais novo livro “Ainda não te disse nada” E Maurício nos concedeu essa fantástica entrevista. Aproveite para conhecer mais do autor e suas obras.



1. Você esperava que “O mundo de vidro” faria tanto sucesso assim? Nos fala um pouco sobre ele.
R: Bom, é claro que a gente sempre tem o desejo de que o livro vá bem. Mas a cabeça do leitor é uma incógnita...rs. Eu sempre confiei na história, principalmente pelo lado do humor, e imaginava que muita gente ia se identificar, sim. Quando comecei a ler resenhas positivas e a receber pedidos de compra, a principal reação foi começar a escrever outro...rs. Hoje em dia, com a internet à mão para a divulgação, há como encontrar o leitor onde ele estiver. Facilitou demais! Espero que consiga ampliar o trabalho e tornar o livro mais conhecido ainda. Sobre a história, em si, a premissa é simples: "homem se apaixona perdidamente por mulher e faz de tudo para conquistá-la". O que o torna legal é a forma como isso acontece. Como tem muita situação engraçada, acho que ficou uma história leve. Vale a pena conferir!

2. Quais são suas expectativas a respeito do seu mais novo lançamento “Ainda não te disse nada”?
R: Hoje eu já o considero uma realidade, apesar de menos de um mês de lançado. Tenho lido bastante resenhas positivas, a turma tem curtido a história. Acho que é um livro que ainda pode fazer uma trajetória bem interessante ao longo do tempo. Continuo divulgando intensamente, e espero que ele consiga chegar a muita gente.

3. Você já esta lançando seu segundo livro e tanto O mundo de vidro como Ainda não te disse nada são produções impendentes, e mesmo assim estão fazendo muito sucesso. Nos conte um pouco quais as dificuldades que vem enfrentando nessas produções.
R: Bom, eu nunca procurei editora para lançar os livros. Tinha um recurso guardado, economizado a duras penas, e lancei o "O Mundo de Vidro". Com as vendas dele, capitalizei para lançar o segundo. Como tenho vendido em formato digital (que o custo, teoricamente, é zero, se eu descontar o trabalho que deu para escrever), dá para juntar para o terceiro. E assim eu vou. Não vivo da literatura, então não preciso vender para pagar as contas...rs. Isso dá mais tranquilidade para fazer. Hoje em dia há muita informação na internet, muitas dicas, tudo é bem mais fácil. Você consegue descobrir como editar, como fazer capa, book trailer, como publicar, onde estão os atalhos. Tem que ter persistência e determinação, e o resto sai. Isso não significa que eu não queira uma editora. A distribuição do livro físico é algo que é impossível fazer sozinho. Mas espero a melhor hora.

4. Vi em alguns blogs você falando sobre um projeto seu, Infelizes para Nunca. Esse é o seu próximo lançamento? Nos fale um pouco sobre el
e.
R: Pois é, este é um livro que tenho escrito mas que não sei se lançarei por ora. Ele é engraçado, mas é "pesado", digamos assim...rs. Comecei a escrever outro e já está adiantado. O "Infelizes para Nunca" entrou na fila...rsrsrs. Pretendo lançar este novo em 2012 ainda. Vamos ver se consigo. Apenas adianto que este novo é um livro que tem muita música...

5. O que mudou na sua vida depois que virou escritor?
R:
Bom, eu tive que criar uma "rotina de trabalho". Como trabalho o dia inteiro, o horário que sobra para escrever e fazer o networking é pela manhã. Precisei passar a acordar às 5h da manhã para conseguir dar conta de tudo. Mas o mais legal é a interação com o público, as pessoas que venho conhecendo. Cito, especialmente, os blogueiros. Muita gente legal demais, que ama a leitura, que divulga de coração aberto. Gente de todo canto do País. Conhecer essa turma é uma parte gratificante demais de algo que, por si só, já é muito gratificante de fazer. Serei eternamente grato aos blogueiros.

6. A produção dos seus livros é independente e você ate criou um selo para publicá-los, Porto71. Você pretende ampliar esse selo para pode ajudar na criação de outros autores ou apenas usar para você?
R: Então, o Porto71 é apenas um selo "fantasia". Ele não tem CNPJ. Se eu fosse partir para publicar outros autores, teria que constituir uma empresa e coisa e tal. Não pretendo ter que cuidar disso também. Na verdade, o gostoso é escrever e interagir com o público. Essa parte "burocrática" deixo para outro cuidar...rs. Senão, não sobra tempo para pensar em algo legal para escrever. :)

7. Gostaria de mandar uma mensagem para os seguidores do blog?
R: Aos leitores do Pocket Libro, que apareçam sempre para conferir as novidades. Que não deixem de ler os autores nacionais, que busquem alternativas aos "mais vendidos das listas". Há muita história ótima sendo contada a todo instante, e não só pelos grandes (que eu leio também e adoro, claro!). Mas, se dermos chance, podemos nos surpreender. Aproveito para desejar a todos um feliz natal e um 2012 cheio de momentos divertidos, porque o resto vai tranquilo.

8. Maurício, muito obrigada pela entrevista e principalmente pela parceria. Pois é maravilhoso receber esse voto de confiança que tem nos dado. Muito sucesso.
R: Quero agradecer demais a você, Ângela, pelo espaço aberto e pela disponibilidade em divulgar meu trabalho. Espero que, tanto você como os outros blogueiros, abram espaço cada vez mais para os autores nacionais. Há muita gente muito legal fazendo trabalhos ótimos, honestos, dedicados. Só quem tenta fazer percebe a enormidade de tempo que consome, a dificuldade em se fazer lido e ouvido. De tal forma que este canto aqui é de valor inestimável. Parabéns mesmo pelo blog! Ah, e pra quem quiser conhecer mais, tenho um blog também, que é o www.mauriciogomyde.com. Sempre que quiser, estarei à disposição. Um beijo, Ângela. Sucesso para todos nós!

10 comentários :

  1. Ótima entrevista!
    Nunca li nada do autor, acredita? /cry
    Mas morro de vontade e só leio resenhas positivas. E ele é um fofo né?

    Adorei :)

    Beeijos

    ResponderExcluir
  2. O Maurício é uma simpatia!!! Td d bom! Adorooo! rsrs.
    O livro "Ainda não t disse nada" é mto fofoo, eu amei!
    Adorei a entrevista. Parabéns!

    Amanhã lá no meu blog terá um post sobre o autor tb!

    Bjo.
    www.livrosfilmesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ah que bacana a entrevista, adorei *-* Ainda não li nenhum livro dele, ain que vergonha .-. UAHSUAHSUA

    Beijos, Vanessa
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  4. ahhhhh,
    o Mauricio tem muito talento e é uma ótima pessoa
    sucesso pra ele.
    ótima entrevista o/

    ResponderExcluir
  5. Adorei a entrevista! Gosto demais do Maurício, ele é sempre muito atencioso com os seus leitores! Fiquei muito feliz de saber que ele já tem outro livro para lançar em 2012! Mal posso esperar para ler *o*

    Abraços,
    http://leitorasanonimas.com

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li o livro do Maurício, porém posso dizer que ele é um escritor simples, que não é prepotente e super gentil!
    Acho o máximo quando os escritores são assim!
    Gostei da entrevista.
    Abs,

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela entrevista Angela! Já li os livros do Maurício Gomyde, O Mundo de Vidro e Ainda Não Te Disse Nada e amei! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Quer dizer que vem mais livro pra 2012? Legal! Amei a entrevista.
    B-jus

    ResponderExcluir
  9. Gostei da entrevista Angela!!! Não conhecia o autor e o livro dele "Ainda Não Te Disse Nada" conheci aqui no teu blog e fiquei curiosa para ler... Agora esse O Mundo de Vidro também parece bem legal e também já quero ler (e alista cresce, hehe)... Mas olha só, os livros dele são virtuais??? Encontro na página dele???
    Muito bacana vocês estarem divulgando autores nacionais!!! Beijãoooo

    ResponderExcluir